“Purifica minha alma com Teu olhar,

para que na tua presença só fique amor”

Serva de Deus Madre María del Carmen Hidalgo de Caviedes y Gómez

(1913 – 2001)

– a vontade de Deus, sua vida –

Madre María del Carmen Hidalgo de Caviedes y Gómez nasceu em Madri em 3 de setembro de 1913.

Em 20 de julho de 1936, durante o bombardeio do quartel da Montanha, experimentou uma força interior que a motivou a oferecer sua vida “pro eis” – pelos sacerdotes – ao aprofundar o significado e a necessidade urgente do sacerdote santo, para poder celebrar a Eucaristia e chegar às almas.

download

Madre Carmen e o Venerável José Maria Lahiguera em Roma

Em 25 de abril de 1938, se compromete, com Dom José María García Lahiguera, a fundar uma congregação de vida integralmente contemplativa, que prolongue na Igreja a “oração Sacerdotal” de Cristo: “Pro eis, ego rogo et sanctifico meipsum” (Jo 17).

Madre María del Carmen fundou mosteiros em Madri, Salamanca, Zaragoza, Huelva, Moncada (Valência), Javier (Navarra) e Oropesa (Toledo). Com zelo incessante infundiu na congregação o perfil próprio da oblata: oração contínua e oblação do ser. A Eucaristia, centro de todo o viver. O grande dom de ser “família em Deus”, unidas pela caridade de Cristo, e uma terna e filial devoção a Virgem Maria ao que chamam sempre “Mãe”.

Despojada de tudo e atraída para Deus consumou sua oblação, cheia de paz e alegria dos santos, no dia 01 de fevereiro de 2001.

Oblatas de Cristo Sacerdote

Em 14 de setembro de 2013, teve lugar a abertura do Processo Diocesano para sua canonização. O ato, que teve lugar no Claustro da Casa Mãe da Congregação em Madri, foi presidida pelo Exmo. e Revmo. Cardeal Antonio M. Rouco Varela.

No dia 13 de maio de 2016,  a fase Diocesana do seu Processo de beatificação foi encerrada pelo Exmo. Arcebispo de Madri, Mons. Carlos Osoro.

ORAÇÃO

Ó, Deus, Pai todo-poderoso, que concedeste uma profunda penetração no mistério de Cristo Sacerdote à tua filha María del Carmen, que movida pelo Espírito Santo, deu a sua vida em oração e oblação pela santificação dos sacerdotes e pela Igreja. Pedimos-te que por sua intercessão nos concedas a graça que humildemente te suplicamos. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém.

Pai Nosso, Ave Maria e Glória

(Com licença eclesiástica. Para devoção privada)

Em conformidade com os decretos de Urbano VIII

em nada se pretende prevenir ao juízo da Igreja.

 Esta oração não tem finalidade alguma de culto público.


Para comunicar qualquer graça recebida ou entregar donativos:

Oblatas de Cristo Sacerdote

General Aranaz, 22 – 28027 Madri (Espanha)

www.oblatasdecristosacerdote.com