O PADRE ARINTERO

E A OBRA DO AMOR MISERICORDIOSO NO JUBILEU DA MISERICÓRDIA

P Pedro Fernández Rodríguez, OP.

Penitenciário na Basílica da Santa Maria Maior. Roma.

O P. Juan González Arintero (1860-1928), um frade dominicano de Salamanca, na Espanha, é conhecido, sobretudo como restaurador da mística tradicional, com seu grande livro intitulado “La Evolución mística” (Salamanca 1908). Mas hoje, quero vos apresentar, queridos amigos, o P. Arintero como Apóstolo do Amor Misericordioso. Mas isso nos obriga a recuperar para história da Igreja do século XX, uma monja visitandina, Teresa Desandais (1876-1943), francesa que é a origem da devoção ao Amor misericordioso, atualização do culto ao Sagrado Coração de Jesus.

E fruto estupendo desta obra é a M. Esperança de Jesus (1893-1983) com seu famoso Santuário do Amor Misericordioso em Collevalenza (Perugia. Italia). Em concreto, o P. Arintero foi o escolhido pela Providência divina para fazer ressoar esta devoção e essa doutrina do Amor Misericordioso, sobretudo mediante a revista “La Vida Sobrenatural”, por ele fundada em 1921.



Este conteúdo é restrito a usuários cadastrados. Se você já tem cadastro, por favor, faça o login para liberar o acesso.

Novos usuários podem fazer o cadastro GRATUITO no final da página.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório