“ Que eu seja um incansável apóstolo do teu amor,

um carvão incendiado que pega fogo em todas as partes.

Esta é a graça que eu te peço, fazer-te amar,

em vida, na morte e depois de morta”

Venerável Madre Madalena de Jesus Sacramentado

Monja Passionista

(1888-1960)

 

– Apóstola do Amor –

Santa Gema Galgani

Maria Josefina Teresa Marcucci, seu nome de batismo, nasceu em S. Gemigniano – Ponte a Moriano (Lucca, Itália).

Sua vida e sua vocação estão muito ligadas a outra santa, nascida dez anos antes, Santa Gema Galgani. Unidas pela proximidade geográficas, tiveram o mesmo diretor espiritual, mas sobretudo tiveram a mesma vocação passionista. 


Venerável Padre Germano

Madre Madalena foi filha espiritual de Venerável Padre Germano de Santo Estanislau (1850-1909), grande escritor e mestre espiritual, que foi diretor espiritual de Santa Gema.

Assim, ela mesma nos conta: “(…) conheci o Padre Germano, passionista, diretor de Gema Galgani. A primeira vez que me viu, chamou-me com o nome que agora tenho: “Eis aqui a Madalena Passionista”. Dizendo-lhe que haviam muitas dificuldades, ele acrescentou: “Juro diante de Deus, que serás passionista. O céu e a terra passarão mas as palavras de Deus se cumprirão”. E em outra ocasião me disse: “se te visse morta, creio que Deus lhe ressuscitaria para que morresse passionista”.

Santa Gema, não chegará a viver sua vocação passionsita no claustro, mas após sua morte, sob a liderança da Madre Josefa do Coração de Jesus, foi fundado em Lucca, o Mosteiro Passionista que Nosso Senhor pedira a Santa Gema Galgani. Nele, Madre Madalena ingressará, com sua irmã Maria Teresa.


Madre Josefa

A Madre Josefa do Coração de Jesus Armellini (1850-1921) foi a Fundadora do Mosteiro de Passionistas de Lucca, pedido por Nosso Senhor a Santa Gema. Ela foi uma alma contemplativa, unida a intimamente a Paixão de Nosso Senhor.
A cerca dela disse Nosso Senhor à Santa Gema, em dezembro de 1899: ”Deve-se saber que aquela monja é uma alma, que em breve pelas angústias que passou e deverá passara, alcançará ao mais alto grau de perfeição; é uma alma a mim muito cara e por isso a cubro de cruzes; agora chegou um momento que tem muitas.


Madre Madalena foi formada na espiritualidade de São Paulo da Cruz e da Venerável Madre Crucifixa de Jesus, pela fundadora deste mosteiro, Madre Josefa, a quem Santa Gema se referia como “alma santa”, era proveniente do Mosteiro de Tarquinia, primeiro Mosteiro Passionista.

Madre Madalena, foi enviada ao México, com outras religiosas, para promover uma fundação, que devido à turbulenta situação política e a aberta perseguição religiosa não pode se concretizar. Aí ouviu o chamado de Jesus para que vá a Espanha. Será uma das fundadoras do Mosteiro de Deusto.

download

O Servo de Deus Padre Arintero

Na Espanha, ocorrerá um grande acontecimento em sua vida espiritual. Conhecerá o Servo de Deus Padre João González Arintero (1860-1928), dominicano, não só conhecido por sua santidade pessoal, mas por sua doutrina, sendo grande restaurador dos estudos de teologia mística na Espanha.

Apóstolo do Amor Misericordioso,  o Padre Arintero foi conhecido por ter tido muita filhas espirituais, de grande santidade de vida, como a Venerável Madre Amparo do Sagrado Coração, Clarissa, fundadora do Mosteiro de Cantalapiedra, onde ele  também foi enterrado.

Foi através da sua direção, que o caminho espiritual de Madre Madalena, já longamente traçado, seguirá avançando. Nosso Senhor vai lhe mostrando sua missão: Apóstolo do Amor.

Este chamado particular, ela contará ao Padre Arintero em uma carta: “Ontem, no coro, em uns minutos de recolhimento antes da oração das Horas, interiormente dizia a Jesus: ‘Aqui está tua Madalena…, sou tua’… E repetia lentamente meu nome, que evoca na minha alma tantas coisas e tão ternas. E uma voz interior me repetia por sua vez: ‘Apóstolo do Amor‘… Mas eu respondia: O Apóstolo do Amor é São João. Mas voltava a ouvir: ‘É também minha Madalena‘. Com o que acreditei entender que Jesus quer que eu seja isso: Apóstolo de seu Amor. Que lhe parece, Padre? A mim, não me estranha nada; tudo o que Jesus quer, se fará sem dúvida. Ele tem todo poder no céu e na terra.”

Será através do Padre Arintero que iniciará a escrever e seus artigos publicados sob pseudônimo -cujo mais conhecido deles foi J.PASTOR – na revista “La Vida Sobrenatural“. Revista iniciada e promovida pelo Padre Arintero. Destes textos surgiu sua grande obra A Santidade é Amor.

Contemplativa e escritora, monja e apóstola. Assim ela escreverá ao Padre Arintero: “Fome de fazer amar a Deus!… Que ardor sinto e cada vez mais!… Quantas almas queria ganhar para Deus… quantos corações abrasar em seu amor!… Quando falo, quando escrevo e em tudo que faço, percebo uma voz constante que interiormente me diz: “Busca o modo de fazer amar a teu Deus, que ardam as almas em meu divino fogo”.

Viveu plenamente sua vocação passionista, cuja beleza ela assim nos descreve: “(…) meu agradecimento ao Senhor por ser Passionista é maior que se me tivesse chamado a servi-Lo em outro instituto religioso. Estou convencida de que todas as Ordens religiosas são santas e escolas de santidade, mas que a conseguirão na medida em que se acerquem ao manancial da Paixão de Jesus, aberto para todos, coisa que a Passionista tem diante dos olhos, dia e noite, como obriga sua profissão.

Toda sua vida, viverá em uma grande união com Maria Santíssima, tanto que poderá escrever:”Quando for para o Céu, pedi a Deus que na palma da vitória que me dará, escreva o nome de Maria; pois a Ela se deve a glória e a todos quero mostrar. Viva Maria!

Esse amor se concretizará, de modo particular, na ASSOCIAÇÃO DE AMOR À MARIA SANTÍSSIMA, piedoso exercício mariano inspirado a Madre Madalena e amplamente divulgado pelo Padre Arintero.

Retornará a Itália, ao seu Mosteiro de Lucca, onde em meio a contradições e contrariedades, perseguições e cruz, foi fiel ao Amor que a conduzia. Daí sairá para a fundação do Mosteiro Passionista de Santa Gema de Madri, na Espanha, aonde vei

marcucci6

Venerável Madre Madalena de Jesus Sacramentado

o a falecer em 10 de fevereiro de 1960.

Seu processo diocesano de beatificação foi aberto em 1989. Cumpridos todos os requisitos previstos, a Santa Sé reconheceu suas virtudes heróicas em 03 de abril de 2014, concedendo-lhe então o título de VENERÁVEL. Espera-se pelo reconhecimento de um milagre para sua beatificação.

A Missão de Madre Madalena é mostrar às almas a vocação universal à santidade, era amar a Deus e fazê-lo amado, assim deixo escrito no seu testamento espiritual: “Todos os átomos do meu pobre ser sejam outras tantas vozes que gritam: Amor, Amor, Amor! Deus é amor.”

 

Sua missão, ela descreveu em seus escritos: “Minha missão sobre a terra e no céu será dar santos à Igreja. (…) Fazer entender a muitos quão fácil é o caminho da santidade.

Oração para pedir a Deus a santificação das almas

dos Escritos da Madre Madalena

Ó, Deus, que pelo infinito amor que tendes a vossas criaturas e pelo desejo de uni-las a Vós, fonte de toda a santidade e perfeição, nos mandastes pela boca de vosso Divino Filho e nosso Redentor Jesus Cristo, ser santos e perfeitos como Vós o sois. Em nome do vosso mesmo Filho, pelos trabalhos de sua vida mortal, especialmente por sua amarga paixão e morte e pelo estado de Vítima permanente no Santíssimo Sacramento do Altar e pelo amor que tendes a Maria Santíssima Mãe de Jesus e Nossa Mãe, a mais santa entre todas as criaturas, a quem haveis instituído dispensadora de todas as graças do céu, iluminai com vossa luz soberana as almas, para que todos conheçam que, qualquer que seja nosso estado e condição, podem alcançar a perfeição que a todos sem exceção nos pedis.

Fazei que entendamos que vossa vontade é que todos sejam santos. E para consegui-lo, acendei em nós um vivo desejo de sê-lo; de estudar e conhecer vossa beleza, vossa bondade e misericórdia, vosso infinito amor por cada alma; e estamos seguros de que, com estas considerações, vos amaremos; e com o amor leva a semelhança, conformaremos também muito rapidamente nossa vida com a de nosso divino Jesus Cristo Nosso Senhor, cumprindo assim vossa soberana vontade de que todos sejamos santos.

A este fim, cada vez que no Pai-Nosso repitamos as palavras: “Fiat voluntas tua” (Seja feita a vossa vontade), tenhamos a intenção de renovar esta súplica que esperamos seja rapidamente escutada e vejamos no jardim místico da Igreja florescer muitas flores místicas de santidade, para confusão de seus inimigos, para alento dos bons e vossa maior glória. Amém.

Oração para pedir a glorificação

da Venerável Madre Madalena de Jesus Sacramentado, C.P.

Santíssima Trindade, Pai, Filho e Espírito Santo; pelas singulares graças concedidas a Madre Madalena e por seus méritos, chamando-a “Apóstola do Amor“, concede-nos que a sua imitação, o amor divino encha nossas almas e possamos dar-te toda a gloria que de nós esperas. Te pedimos pelo méritos e intercessão de esta sua serva fiel. E se for para tua maior gloria, faz que seja glorificada em tua Igreja, para o bem de quantos por ela chegarão a conhecer-te e amar-te mais. Por Jesus Cristo Nosso Senhor. Amém

Desejas conhecer as Monjas Passionistas?

Blog: mosteirosantagema.blogspot.com.br

Mosteiro Santa Gema

Av. Dr. Altair Martins, 169 – Gramado

06710-0140 Cotia- SP

mosteirosantagema@gmail.com