Museu com os objetos da Venerável Madre Luísa Margarida

“Sofro também nos pés e nas mãos, e aquela dor no lado direito, como não acontecia mais comigo desde muito tempo, é doce e doloroso ao mesmo tempo; contudo este estado do sofrimento e ardente desejo que me lança ao Amor, difundo na minha alma uma tão grande suavidade, uma paz tão total, que é como o prelúdio do céu” (Diário íntimo. 30 de maio de 1902).

Disciplina da Venerável Madre Luísa

Sapatos da Madre Luísa Margarida

“Me pareceu que o Senhor quer que eu escreva as luzes e as graças que a sua Bondade quer me dar agora” (Diário íntimo, 10 de junho de 1910)

Ele me disse: “Não te deixarei como uma abandonada e uma mãe sem filhos, mas te farei tão fecunda que os teus filhos se contarão aos milhares“. Os meus filhos! Muitas almas para dar a Jesus! (…) Serei feliz se na minha morte eu pudesse dar-lhes vida; a vida, eles já a possuem, mas eu falo de uma vida mais abundante, uma vida superior, uma vida de amor, de dedicação, de zelo; a plenitude da vida de Jesus neles” (Diário íntimo, 16 de julho de 1904).

Poltrona na qual expirou a Venerável Madre Luísa Margarida em 14 de maio de 1915

Me dei a Ti como pequena vítima, pobre e indigna, para ser sacrificada pelo Amor e pela glória do teu Amor, e quanto Tu, Jesus Amor, divino Sacrificador, opera a imolação eis que gemo sob a tua mão e busco rejeitá-la. Perdoa-me, meu divino Sacrificador, fortificai-me, iluminai-me, sacrificai-me com a tua mão divina sobre o altar do teu Coração” (Diário íntimo, 22 de dezembro de 1904)

Antiga capela

Mostrando-me o seu Coração, me dizia com inefável ternura: “Se tu fores fiel, esta será a tua morada! Crê no meu Amor” (Diário íntimo, 08 de fevereiro de 1895)

Pintura de Jesus, realizada pela Venerável Madre Luísa Margarida, conforme a visão que tivera de Nosso Senhor


Escritos da Madre Luísa

Jesus me fez compreender que este desejo de sofrimento do corpo e de mortificação da carna que Ele mesmo inspira às almas, é um sentimento muito bom e necessário, mas que é somente uma preparação, um início para uma perfeição mais alta: a mortificação espiritual e interior” (Diário espiritual, 04 de agosto de 1894).

O Sagrado Coração e o Sacerdócio, em francês

Escritos da Madre Luísa, publicados em múltiplas línguas (italiano, inglês, alemão)

Para conhecer os Escritos da Madre Luísa Margarida publicados no Brasil, clique aqui


Veja também:

Vídeo da Igreja Santuário – onde está o túmulo da Madre Luísa Margarida.

Fotos do Convento de Betânia e da Igreja em Vische – onde está o túmulo da Madre Luísa Margarida


Para conhecer mais a Vida e a Espiritualidade da Venerável Madre Luísa Margarida:

Obra do Amor Infinito

Padre Agnaldo dos Santos Bueno

dominos5@bol.com.br

amorinfinito3@bol.com.br / amorinfinito13@bol.com.br

Obra do Amor Infinito

Caixa Postal 243 

 75001 – 970    Anápolis-GO