Proclamada Venerável a Madre Paola Muzzeddu,

a “Missionária da Pureza”


“Qualquer um que, dotado de um sentido espiritual, tenha se aproximado, mesmo que por poucos instantes de Madre Paola, sentiu o seu perfume, admirou seu candor. A Pureza foi a sua vocação, a sua missão, na fase final da sua vida, a força secreta da sua imolação” (Mons. Paolo Carta).


Em 11 de junho de 2019, Papa Francisco firmou o Decreto de Heroicidade de Virtudes da Serva de Deus Madre Maria Paola Muzzeddu, Fundadora das Filhas da Mater Purissima.

Qual é a mensagem da nova Venerável?

Paola Muzzeddu, nasceu em Aggiu (Sardenha, Itália) em 26 de fevereiro de 1913. A sua vida é caracterizada desde logo por particulares experiências que a plasmam espiritualmente, desde tenra idade de fato recebe a graça de perceber interiormente quanto dor experimenta o Senhor pelos pecados cometidos pelos homens e quanto é importante rezar em ato de reparação como gesto de amor a Deus e pela salvação dos pecadores. Paola começa a viver uma vida cotidiana marcada pelo sacrifício, mortificações, penitências e vigílias noturnas, mas sempre com o conforto da oração (até mesmo a oração de 7 rosários completos por dia).

Nossa Senhora, na interior comunhão espiritual, em 23 de dezembro de 1943 em Viddalba-Li Reni, lhe revela que o Senhor deseja dela uma Comunidade de Irmãs com a missão de anunciar o Evangelho da Pureza tendo a Imaculada como modelo, invocada de um modo especial:

Um dia senti passar como um vento e me disse: Invoca-me, Mater Purissima!”; e para difundir uma imagem mariana verdadeiramente única: “Será vestida de azul celeste com cordão na cintura de onde penderá o terço branco; o véu branco, cercado de uma finíssima listra dourada. Os olhos voltados para as almas, na mão um buquê de lírios apoiados no peito e na outra mão o terço branco, fazendo um gesto que quer dizer: ‘Vinde a mim, vós todos que necessitais de Pureza’. A estátua será apoiada sobre um buquê de lírios”.

Muitas almas ficaram fascinadas por essa imagem, pelo Carisma e pela Fundadora, e entraram para fazer parte da Congregação. A fundação teve início em 05 de dezembro de 1947 em Sassari. As Irmãs Filhas da Mater Purissima começaram assim a se expandir por todo o Norte da Sardenha e a serem conhecidas como “Celestinas”, pela cor de seu hábito, e pela particularidade de que todas as Casas e Capelas da Obra são caracterizadas pelas cores branco e azul celeste. A Pureza ajuda a viver com coração simples e transparente, permite tecer relações sinceras, nas quais a caridade e o respeitos estão em primeiro lugar; ajuda a nos aproximarmos de Deus amando como Ele ama, contemplando o mundo através de Seus olhos, tomando Maria como exemplo, o modelo perfeito para aqueles que querem seguir a Deus com coração puro.

Em 08 de dezembro de 1968, Paola sente que o Senhor a está chamando para uma oferta total da sua vida pela santificação dos sacerdotes e a pureza do Povo de Deus (“Eu vi fora tantas pessoas, andando, voltando, todas ofegantes… mas ninguém tinha o pensamento em Deus, quanta desolação! E eu então repetia: Ave Maria!) e aceita com coração generoso (“Senhor, me ofereço a ti com vítima!”).

Depois de três anos de sofrimentos vividos com fé e com a certeza que o Senhor apreciava sua conformação com Ele através da Cruz, nasce para o Céu em 12 de agosto de 1971. Seus restos mortais repousam em Sassari na Cripta da Igreja feita construir em homenagem a Nossa Senhora.

Aquela é que conhecida como “Missionária da Pureza” continua a representar um límpido modelo de autêntica vida cristã para quem quer experimentar a beleza da Pureza de coração…

As almas puras no Céu brilharão com uma luz especial!”( Madre Paola).

Marco Placentino


“Compagnia Figlie di Mater Purissima”, Casa Madre Via Angelo Roth 12 – 07100 Sassari – tel. 079/292423.   suorematerpurissima@tiscali.it

Obtendo qualquer graça por intercessão da Venerável comunique o mais rápido possível a notícia exata para Postulação: 3666927104.