Santa Maria de Jesus Crucificado (1846 -1878), fundadora do Carmelo de Belém e Nazaré, foi certamente uma das maiores místicas do século XIX. Alma simples como a pomba, foi agraciada por grandes extraordinários, vivendo uma profunda união com Deus. Esta humildade carmelita recebe uma missão, podemos dizer que foi uma “Apóstola do Espírito Santo”.


Uma Mensagem…

Em 18 de maio de 1873, no Carmelo de Pau, na França, durante uma de suas contemplações extáticas, ouve dizer:

“Se tu queres Me procurar, Me conhecer e Me seguir, invoca a Luz, o Espírito Santo que iluminou meus discípulos e que ilumina todos o povos que o invocam.

Eu vos digo, em verdade, em verdade, em verdade: Quem invocar o Santo Espírito Me procurará e Me encontrará e é pelo Espírito Santo que ele Me encontrará. Sua consciência será delicada como a flor dos campos, se é um pai ou uma mãe de família, a paz estará na sua família e seu coração estará em paz neste mundo e no outro; ele não morrerá nas trevas, mas na paz.

Eu desejo ardentemente que os sacerdotes celebrem todos os meses uma Missa em honra do Santo Espírito. Quem a celebrar ou dela participar será honrado pelo próprio Santo Espírito. Ele terá a luz, ele terá a paz. Ele curará os enfermos, ele despertará aqueles que dormem.

E eu disse: Senhor, o que eu posso fazer? Ninguém acreditará em mim!

E a voz me respondeu: Quando o chegar o momento, eu mesmo farei tudo, e tu nada terás com isso.

Tudo desapareceu e meu coração ficou inflamado de amor”.

… para a Igreja.

Em junho de 1877 será enviada a Mons. Bracco uma súplica ao Beato Pio IX, para que a transmitisse a Roma, se julgasse oportuno: “Uma voz me disse: Comunica isso à superiora e ao Santo Padre, pois não é para ti, e quero que tu o digas…”

“O mundo e as comunidades religiosas procuram novidades nas devoções devocionais, e negligenciam a verdadeira devoção ao Paráclito. É por isso que há o erro, a desunião e porque não há a paz e a luz. Não se clama a luz como deveria ser clamada; e é ela que nos faz conhecer a verdade. Mesmo nos seminários é negligenciada…

As perseguições reinam e existe inveja entre as Ordens religiosas e por isso o mundo está nas trevas. Qualquer pessoa no mundo ou nas comunidades que invocar o Espírito Santo e for devoto d´Ele, não morrerá no erro.

Todo sacerdote que pregar esta devoção receberá a luz, enquanto fala dela aos outros…” .


Uma oração…

Sabemos que o amor de predileção de Santa Maria de Jesus Crucificado pelo Divino Espírito Santo a acompanhou durante toda sua vida religiosa.

Já durante seu noviciado, uma “Pomba” tinha lhe ensinado esta invocação, por ela repetida muito frequentemente:

Espírito Santo, inspirai-me;

Amor de Deus, consumi-me;

Ao verdadeiro caminho, conduzi-me,

Maria, minha Mãe, olhai para mim,

com Jesus, abençoai-me;

de todo mal, de toda ilusão,

de todo perigo, preservai-me!”

Santa Maria de Jesus Crucificado foi muito fiel a esta oração, a recomendava a quem lhe perguntava sobre a devoção ao Espírito Santo; a escrevia, atrás de santinhos dados aos amigos do Carmelo.

Na sua pequenez e escondimento foi “Apóstola do Espírito Santo”.

Quando rezava com alguma irmã, a rezava no plural: “Espírito Santo, inspirai-nos; Amor de Deus, consumi-nos…”.

Pela pátria…

Em 1869, um “Menino” tinha lhe ensinado a rezar as mesmas invocações pela França, sua pátria de adoção: “Espírito Santo, inspirai a França/ Amor de Deus, consumi a França/ Ao verdadeiro caminho, conduzi a França/ Maria, minha Mãe, olhai para a França/ Com Jesus, abençoai a França/ de todo mal, preservai a França”.


Esta mensagem de Santa Maria de Jesus Crucificado é mais atual que nunca. Hoje, precisamos urgentemente recorrer a este divino Paráclito, o invoquemos, supliquemos sua Luz… e ainda mais sejamos Apóstolos do Amor de Deus.

E acaso não podemos e mesmo devemos também nós suplicar ao Espírito Santo pelo nosso amado Brasil, como Santa Maria de Jesus Crucificado fazia pela França?

Rezemos pela nossa pátria!

“Espírito Santo, inspirai o Brasil;

Amor de Deus, consumi o Brasil;

Ao verdadeiro caminho, conduzi o Brasil,

Maria, minha Mãe, olhai para o Brasil,

com Jesus, abençoai o Brasil.

De todo mal, preservai o Brasil”.


(Cf. La Serva di Dio Suor Maria di Gesù Crocifisso (1846 -1878 ), Una Carmelitana anticipa la devozione allo Spirito Santo, do Padre ARNALDO PEDRINI, SDB. In: Teresianum 34 (1983/2) 473-489)


Quem quiser receber a Newsletter do CLAUSTRUM, inscreva-se GRATUITAMENTE abaixo:



Este conteúdo é restrito a usuários cadastrados. Se você já tem cadastro, por favor, faça o login para liberar o acesso.

Novos usuários podem fazer o cadastro GRATUITO no final da página.

Login de Usuários
   
Registro de Novo Usuário
*Campo obrigatório