O QUE SÃO AS INDULGÊNCIAS?

Para entendermos melhor as Indulgências, nos dirigimos ao Manual de Indulgências, onde lemos: “Indulgência é a remissão, diante de Deus, da pena temporal devida pelos pecados já perdoados quanto à culpa, que o fiel, devidamente disposto e em certas e determinadas condições, alcança por meio da Igreja, a qual, como dispensadora da redenção, distribui e aplica, com autoridade, o tesouro das satisfações de Cristo e dos Santos (N.1)”[1].

 A INDULGÊNCIA PLENÁRIA

A Indulgência pode ser parcial ou plenária, pois “liberta, em parte ou no todo, da pena temporal devida pelos pecados (N.2)”. ”Qualquer fiel pode lucrar indulgências parciais ou plenárias para si mesmo ou aplicá-las aos defuntos como sufrágio(N.4)”, mas não “a favor de outras pessoas vivas (N.5)”

“Para que alguém seja capaz de lucrar indulgências, deve ser batizado, não estar excomungado e encontrar-se em estado de graça, pelo menos no fim das obras prescritas (N.20, §1)”.

“A indulgência plenária só se pode ganhar uma vez ao dia (N.21, §1)”, e a parcial “pode ganhar-se mais vezes ao dia, se expressamente não se determinar o contrário (N.21, §3).”

COMO LUCRAR AS INDULGÊNCIAS PLENÁRIAS?

As Condições (N.23) para lucrar uma indulgência plenária são:

  1. repulsa de todo o afeto a qualquer pecado até venial (N.23, §1)
  2. execução da obra enriquecida da indulgência (N.23, §1)
  3. a confissão sacramental (N.23, §1).
  4. a comunhão eucarística (N.23, §1).
  5. oração nas intenções do Sumo Pontífice (N.23, §1). Esta condição se cumpre “ao se recitar nessas intenções um Pai-nosso e uma Ave-Maria, mas podem os fiéis acrescentar outras orações conforme sua piedade e devoção (N.23, §5)”.

Observe-se porém que “com uma só confissão podem ganhar-se várias indulgências, mas com uma só comunhão e uma só oração alcança-se uma só indulgência plenária” (N.23, §2). Recordamos que o mesmo Manual nos diz que “convém, contudo, que tal comunhão e tal oração se pratiquem no próprio dia da obra prescrita (N.23 ,§3)”, isto é, da obra enriquecida de indulgência.


[1] A numeração se refere ao Manual de Indulgências.